Geoeducações, Agroecologias e Biodiversidades: contribuições epistemológicas Sul-Sul

Autores

Sandra Cristina de Souza (ed), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul; Cristiane Dambrós (ed), Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura; Ringo Benjamim Vitor (ed), Universidade Púnguè em Tete; Sabil Damião Mandala (ed), Universidade Pedagógica de Maputo; Bruno Cesar Alves Marcelino (ed), Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

Palavras-chave:

Geoeducações, Agroecologias, Biodiversidades

Sinopse

Esse livro é fruto do Simpósio Internacional sobre Geoeducações, Agroecologias e Biodiversidades e reúne textos de acadêmicos, agricultores familiares, técnicos, pesquisadores e representantes da sociedade organizada (instituições de ensino, pesquisa, extensão; ONGs; associações; cooperativas etc), de todas as regiões brasileiras e de Moçambique. O termo Geoeducações, no plural, demonstra que nosso entendimento está para além de uma estratégia conservacionista ou de um ramo da educação ambiental, mas como um aporte de decolonização epistêmica, valorizando a pluralidade de ações de povos originários e tradicionais. Agroecologias, no plural, nos permite compreender que a Agroecologia avança como ciência, movimento e prática, e que ancorada no pensamento decolonial, contrapõe a concepção epistêmica do modelo  hegemônico do desenvolvimento colocando-se como a plataforma para a construção de caminhos alternativos de existência do homem na terra. Biodiversidades nos direciona para o entendimento plural e transdisciplinar, onde, contribuições de diferentes áreas da Ciência e do Senso Comum, possibilitam indicar caminhos para a equidade ambiental.

Biografia do Autor

Sandra Cristina de Souza, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1992), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000) e doutorado em Ciências Sociais-Antropologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2010), e Pós-Doutorado em Antropologia sob supervisão de Candace Slater, junto ao Department of Spanish and Portuguese da University of California, Berkeley (2014). Atualmente é professor titular da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul nos cursos de Licenciatura em Geografia e em Letras, Especialização em Estudos Aplicados de Linguagem, em Jardim e no Programa Stricto Senso de Mestrado Profissional em História, em Amambai. Tem experiência na área de Ensino de História Ambiental, Geoeducação, Etnologia, Gênero, Educação e História com ênfase em História Indígena, atuando principalmente nos seguintes temas: antropologia, antropologia ambiental, etnologia, gênero, educação escolar indígena, história indígena, história ambiental e geoeducação.

Cristiane Dambrós, Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

Possui graduação em Geografia Bacharelado pela Universidade Federal de Santa Maria (2008), mestrado em Engenharia Civil e Ambiental pela Universidade Federal de Santa Maria (2011) e doutorado em Geografia (Organização do Espaço) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2016), com período de doutorado-sanduíche no Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento (CETRAD) da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) (2014-2015). Atualmente é Pesquisadora Associada e foi Coordenadora de Pesquisa e Pós-graduação (2019-2022), do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura (CLAEC), Pesquisadora Visitante do Centro de Estudos em Áreas Protegidas, Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável (CEMAP/UEMS). Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Regional, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura familiar, cultura, meio ambiente, análise integrada da paisagem.

Ringo Benjamim Vitor, Universidade Púnguè em Tete

Doutor em Geografia pela UNESP- Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" em 2017, Mestre em Solos e Qualidade de Ecossistemas pela UFRB- Universidade Federal do Recôncavo da Bahia em 2014, e Licenciado em Ensino de Geografia pela Universidade Pedagógica de Moçambique desde 2010. Actualmente é docente da Faculdade de Geociências e Ambiente da Universidade Púnguè em Tete, Moçambique. Participou em vários eventos científicos nacionais e internacionais, tendo nesses apresentado diversas comunicações. Possui diversos artigos científicos publicados em revistas nacionais e estrangeiras. Co-autor do Livro Geografia 12 - Pré-universitário. Publicou capítulos do livros em várias obras nacionais e estrangeiras. Foi bolsista da FAPESB- Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado da Bahia no mestrado e, da CAPES- Coordenação do Pessoal de Nível Superior durante o doutorado. Atualmente, exerce as funcões de Director do Centro de Pesquisa da Universidade Púnguè sediado na Província de Tete.

Sabil Damião Mandala, Universidade Pedagógica de Maputo

Graduação em Ensino de História e Geografia pela Universidade Pedagógica - Moçambique, Mestrado em Geométrica e Avaliação dos Recursos Naturais pela Università degli Studi di Firenze, UNIFI, Itália. Doutorado em Geografia (Organização do Espaço) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil. Director Adjunto para a Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Faculdade de Ciências da Terra e Ambiente da Universidade Pedagógica de Maputo, Moçambique.

Bruno Cesar Alves Marcelino, Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

Pesquisador Associado, Associado Fundador e Diretor-Presidente do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura - CLAEC. Doutorando no Programa de Pós-graduação binacional em Estudos Sociais Interdisciplinários de Europa e América Latina (2019-2025), área de investigação em Estudos Socioculturais e Sociopolíticos ofertado pelo Institut für Politik- und Verwaltungswissenschaften (Instituto de Ciências Políticas e Administrativas) da Universität Rostock (Alemanha) e pela Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación da Universidad Nacional de La Plata (Argentina) em cotutela com o Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (Brasil), com bolsa de estudos do Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas (CONICET: https://www.conicet.gov.ar/new_scp/detalle.php?id=58274&datos_academicos=yes) e auxílio financeiro do Centro Universitário Argentino-Alemão (CUAA-DAHZ). Mestre em Integração Contemporânea da América Latina - ICAL (2016-2018), linha de pesquisa em Cultura, Colonialidade/Decolonialidade e Movimentos Sociais pelo Instituto Latino-Americano de Economia, Sociedade e Política - ILAESP da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA. Bacharel em Produção e Política Cultural (2012-2015) pela Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA. Editor-chefe da Editora CLAEC e da RELACult - Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade (Qualis/CAPES - B2), organizador das edições do livro Dossiê Cultura em Foco, Coordenador Geral da Escola Latino-Americana de Altos Estudos em Cultura - ELACult. Membro da Linha de Pesquisa Dinâmicas socioterritoriais e culturais da/na América Latina do CLAEC. Pesquisador Visitante no Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais - NUPRI da USP (2022-2025), no Instituto Universitario de Investigación en Estudios Latinoamericanos (IELAT) da Universidad de Alcalá (Espanha) (2020-2021) e no Ibero-Amerikanisches Institut (Instituto Iberoamericano de Berlim, Alemanha) (2019). Tem experiência e interesse nas áreas de estudos culturais em regiões de fronteira; Integração cultural latino-americana; movimentos sociais e políticas públicas; políticas culturais e produção e gestão cultural.

Capa

Downloads

Próximo

agosto 8, 2022

Categorias

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Detalhes sobre essa publicação

Co-publisher's ISBN-13 (24)

9786586746181

doi

10.23899/9786586746181